- Uma Pequena Ajuda Está De BomTamanho!



Oi Perversas!
Boa noite queridas! [Leiam quem quiser saber o que aconteceu ontem] Fui a Barcelona con uns colegas, ao chegar em Barcelona paramos no sinal , onde estava um imigrante e com uma placa dizendo ¡AMIGOS! SOY IMIGRANTE PERIODISTA. BUSCO TRABAJO GRACIAS POR SU COLABORACIÓN. Sou imigrante e jornalista. Busco trabalho Obrigado por sua colaboração. Até licença ele tinha! Resolvi dar algumas moedas para ele, ao chamar-lo para dar o dinheiro ele simpático e amável falou toma e me deu dois pañuelos ( lenços ) sem cobrar nada eu insitente di algumas moedas pra ele: Ele todo feliz e sorridente. Ao dar pra ele o que eu tinha de moedas ele me deu um papel fotocopiado onde contava a historia dele ( é muito triste). Irei contar a historia dele tal como diz no papel.

HISTORIA

-Que Misterio! ¿Que passa Hoje?
O 21 de Março [ O dia que ele fez a entrevista]. No meu país e no mundo árabe hoje e día da mãe.

-¿Y?
Em setembro vai fazer 15 anos que ele não ve a mãe dele o primeiro que ele vai fazer quando chegar em casa e chamar a mãe dele para escultar a voz dela y perdi perdão a ela por passar tantos anos longe dela. [Se emociona] Espero que pronto podemo comemorar  juntos esse dia. (diz o Abdel Karim Karam)

-Agradeço que queiram compartir está celebração
-Me dizeram que também é mãe e por isso eu queria convidar-la. Uma frase do profeta Mahoma fala: <<O paraíso está baixo dos pés das mães>> Significa que os homens deven ter o máximo respeito e cuidar as mães, porque elas foi as que nos deu a vida y gracias a ela a vida continúa.

-¿Por qué faz tanto tempo que não ve a sua mãe?
Sou de Siria. Minha familia vive em Damasco, onde estudei Jornalismo. Fiz un máster en Rusia y Ucrania y desde 1990 até o 2000 trabalhei em Kiev para a radiotelevisão siria.

<<'¿Por qué estás alegre si no tienes nada?', me dicen>> 
<<'¿Por qué estás alegre si não tem nada? Isso falam

-Pela data...retransmissões em direto a independência de Ucrania!
-Si. Quando cheguei ainda era um país da União Soviética y o 24 de agosto de 1991 o parlamento aprovou o acta da independência, que em dezembro se endossou  em referendo.

-Se imagina retransmitindo a independência de Cataluña? <<Catalunha>>
Eu adoraria voltar a trabalhar de jornalismo, más o importante e que qualquer cambio em beneficio dos catalans tenham o apoio da maioria e que se faz sempre em paz.

-Volvamos ao motivo que mántem fora de Siria
Ao morrer  Hafez EL asad, Pai do actual presidente, fizeram uma entrevista em Ucrania y falou que,
apesar que a evolução económica y a estabilidade política havian sido positivas, seguiría sem haver democracia y libertade de expressão em Siria. O régimo não gostou da opinião e perdeu o trabalho.

-¿Não pode voltar ao seu país?
-Voltar sim, más não tem nenhuma garantía que logo eu possa sair.
-Entendo.
Eu tenho um privilegio que nem si queira os milhonarios tem: aquí tenho n4a tenho medo de nada e posso dormir tranquilo pela noite. Me sinto como em casa. Não tenho palavras para agradecer toda a ajuda e a calidez humana que recebí  das pesoas de calella, que e onde vivo desde faz 12 anos. Os Catalans tem um coração más grande que seu territorio.
-Em Catalán tem um refrão que diz: Tal faràs, tal trobaràs 
Eu adoraria deixar atras os meus recordos de um ser humano que se comporta corretamente y ajuda oo próximo. Quando oferço pañuelos (lenços) no sinal sempre me vera com uma sonrisa. <<¿Por qué estás tan alegre si no tienes nada?>>, me perguntam as vezes os condutores. <<Porque tenhos duas coisas mais importante: saúde e paciencia>>. Vivo como um passarinho; não tenho planes, não sei que vai passar amanhã, nem dentro de um minuto. A vida se faz caminhando sem mapa e no tem forma de voltar atrás. Cadia dia pode ser uma sorpresa.
-Tomara que sai algo da raíz  da entrevista...¡que não seja uma multa!
-Aquí trabalhei de auxiliar de serviço e ajudante de cozinha. Tenha minhas cartas de recomendações.
-[Leo] <<Te felicito por a dedicação, esforço e professionalidade demostrados, que mostram sua calidade humana e profissional>>. ¡Vaya! Qué referencias más elogiosas.
-A distancia más curta e a que tem entre a vida e a morte, estamos aquí de passo e por isso sempre intento deixar um bom recordo
Senhor Abdel Karim Karam, ¿não brincam ou faz piada com o seu nome? 
-¿Falam porque Karam e-caramba em catalán? Abdel Karim e um nome composto e significa servidor do generoso; Karam e generosidade. ¿Quem e o generoso? Deus.

Ele me deu dois pañuelos na qual minha colega  ficou com o amarelo e eu com o Rosa 
Si vocês presta atenção na foto, ele eva 4 pañuelos na mão.

Então amores! Essa historia me deixou assim =O achei muito triste, e  imagino que 15 anos sem ver a mãe e uma barbaridade. Eu morreria...E eu me animei em contar pra vocês essa historia não so porque eu dei apenas umas moedinhas e sim porque e comovedora e realmente um exemplo de vida. Ele se conforma com pouco apenas saúde e paciencia e o bom e que ele por mais que pasa dificuldade ele mostra ser simpático e agradavel, essa historia me comovel e quiz compartir com vocês, As vezes dinheiro e ser melhor que ninguem não e tudo! Obs: Ele tinha a licença de jornalismo.
Pense nisso ajude ao proximo! Eu sempre que vejo alguém assim eu ajudo, não posso ver gente assim, me da uma dó! Não minto, olha a historia dele aqui nessa página.  http://www.elperiodico.com/es/noticias/opinion/abdel-karim-karam-por-que-estas-alegre-tienes-nada-dicen-2350052
                                                                                            Bom meninas por hoje e so isso!








Comentários
24 Comentários

24 comentários:

  1. Que lindo Mikaella, fiquei emocionada ,pois muitas pessoas iriam passar por ele sem sequer saber o que o levou até essa situação, e vocẽ fez diferente, se emocionou e trouxe pra nós essa linda e triste história. Desculpe se escrevi pouco é que fiquei muito sem palavras pra retratar a emoção. Assim como vc não sei se aguentaria ficar longe de minha mãe
    PAZ E LUZ SEMPRE

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. E uito triste mesmo! mais Deus recompensará ele!
      Obrigada por ler esse textão rs' volte sempre
      bjos

      Eliminar
  2. Nossa.. Foi lindo o que vc fez Flor, Parabéns pela atitude e por nos contar, muito emocionada, não aguentaria fica sem a minha mãe também... Parabéns pelo post..

    http://www.pensando-publicando.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Experiencias assim e sempre bom contar!
      Eu também não aguentaria, coitado dele! :/
      bjo

      Eliminar
  3. uma história muito triste mesmo
    15 anos sem vê a mãe
    que triste
    linda noite
    Nanda
    beijokas
    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Infelizmente flor, essa a vida injusta onde vivemos!
      bjos

      Eliminar
  4. Nossa Mikaela!
    Que história triste da vida desse homem. Adorei sua iniciativa, pois ficar sem ver a mãe por tanto tempo é terrível. Espero que um dia ele consiga arrumar a vida dele e que possa reencontrar a mãe!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Tomara ne flor, mais Deus sabe de todas as coisas!
      bjoooos

      Eliminar
  5. Muito linda a sua atitude de ajudar a quem necessita.
    A história dele é realmente muito triste…ficar tanto tempo longe da mãe…nossa!
    Tomara que ele consigna revê-la em breve...

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Sim, adoro ajudar pessoas nem que seja dando apenas moedas!
      bjos

      Eliminar
  6. Tive um pouco de dificuldade para ler a postagem, imagino que grande parte esteja em espanhol, né? Não importa o quanto digam que é fácil de entender por ser parecido com o português, eu não entendo nada.

    Mas achei bem triste ele estar longe da mãe, e que coisa aterrorizante poder voltar para o país, mas não ter garantias de que poderá sair de lá novamente.

    Ele encara a vida do jeito certo. Se todos nós tivéssemos a paciência e a resignação que ele tem viveríamos em um lugar bem melhor.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Oi Ju! Que nada e super fácil para mim claro e para quem sabe, e não não esta em espanhol está em Português? haha
      Mais bom, deve ser algo inexplicavél, ne? Concordo com você seria muito diferente o mundo onde vivemos si as pessoas fosse como ele
      bjos

      Eliminar
  7. Que lindo Mikaella, é de pessoas como você que o mundo precisa, parabéns, essa realmente é uma história de luta, de batalha na vida, pois ficar sem ver a mãe é muito ruim, imagine 15 anos! Parabéns mesmo...

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Eu sentiria muita fala não aguentaria ufff!! Concordo com você plenamente flor
      bjos

      Eliminar
  8. Bonito gesto amiga e muito emocionante mesmo a história dele!!!

    ResponderEliminar
  9. Fazei o bem sem olhar a quem, sua atitude mudou por alguns segundos a vida dele e tenho certeza que mudou a sua para sempre.
    Historia triste que nos faz refletir muito sobre a vida.

    Beijos
    www.mariaulhoa.com

    ResponderEliminar
  10. Lindo de mais.

    http://docemakesfraan.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Realmente a historia dele me comoveu. Isso me faz acreditar que ainda existem seres humanos que valem a pena, que não pensam só no poder e dinheiro. Você fez sua parte Mikaella, e fico feliz que o tenha ajudado, são de mais pessoas assim que o mundo precisa!
    Ficar sem ver meu pai ou a minha mãe por tanto tempo assim, não sei como seria, mais iria sofrer muito :/

    Beijoos!
    http://nayaraoferreira.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. Nossa Guria! Me emocionou demais seu post! Tive que me aguentar para não chorar!
    Muito triste! Mesmo!
    Parabéns por trazer essa história!
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Olá,
    Gostei muito do texto é uma história muito triste, nunca paramos pra pensar em como as pessoas chegaram nessa situação. A jornada do Sr. Karam foi dolorida e ainda continua sendo, mas ele demonstra esperança e um grande sentimento de amor pelo próximo.

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderEliminar
  14. Oi Mikaella,
    tudo bem?
    O que mais chamou minha atenção, foi o sorriso dele. Pela história de vida ele poderia ser uma vítima, o que de fato ele é. Mas não, ele prefere trabalhar dignamente e a atitude dele em lhe entregar dois pacotes de lenço quando só tinha 4, é impressionante, deveria ser usada como exemplo de generosidade.
    Muito legal da sua parte compartilhar a historia dele e tentar ajudá-lo.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Nossa, é de cortar o coração ver algo assim. Infelizmente o nosso mundo não é lá aquelas coisas e são poucas as pessoas que se dispõe a ajudar ao próximo. Achei super interessante a entrevista. E viver longe da mãe por 15 anos...não aguentaria. Torço pra que ele consiga ao menos ver a mãe.

    Beijokas Ana Zuky

    http://www.sanguecomamor.com.br

    ResponderEliminar
  16. Ficou um pouco confuso a mistura. Não sabia onde era sua experiência e onde era o papel que ele lhe entregou.
    Eu também sempre ajudo quando posso. Com certeza essa é uma história muito tocante, e nos faz pensar no real motivo da felicidade, se ele com tão pouco é feliz, mesmo longe da mãe (se entendi direito, pelo menos).
    Ele poderia questionar a vida do porque aquilo está acontecendo com ele, mas responde isso com um sorriso.
    Mesmo sem conhecer, espero que ele fiquei bem, não só ele, mas os muitos outros casos que existem.
    Bjs, Rapha

    http://www.caixinhaderabiscos.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

Sinta-se a vontade, criticas construtivas sempre são bem vindas, não faltar o respeito e obrigada por ter feito a visita, VOLTE SEMPRE e não esquece de deixar um comentario com o link de vocês! bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...